Arquivo da categoria: Espiritualidade

O Poder Pessoal 

Padrão

auto1

A sua mente tem a capacidade de gerar saúde perfeita ou provocar uma doença grave. Na verdade ela irá criar tudo aquilo que foi programada para fazer. Muitas vezes inconscientemente você programa uma doença por meio de suas emoções como o ódio a si mesmo e aos outros, a vingança, a desistência da vida e assim por diante. Se faz necessário aprender a programar a mente a ter saúde perfeita, radiante em todos os aspectos e cada vez mais saudável. É preciso lembrar que a mente opera 24 horas por dia 365 dias por ano esteja você dormindo ou acordado e jamais se cansa. Está continuamente fazendo aquilo que foi programada para fazer.

Lembre  sempre que se você não assumir essa responsabilidade a sua mente ou outras pessoas vão controlar a sua vida.

felicidade

Se alguém o julga ou ataca e você assimila a crítica; ou você irá se magoar retraindo-se ou irá revidar. Agindo assim você deixa que a outra pessoa seja a causa de suas emoções, mas é você quem deve ser a causa das suas próprias emoções.

O poder pessoal é uma atitude, você pode decidir manter uma atitude de fraqueza ou de força ao começar cada novo dia. Seu poder é a energia que você usa para executar as decisões que toma, se você não é uma pessoa decidida a sua mente ou outras pessoas tomam uma decisão por você.

Como  você pode ser o senhor de sua própria vida se não toma posse do seu poder?

images (4)

 Você é um co-criador e também tem poder! Você não pode se ajudar se não for dono do seu poder.

Está e sempre esteve disponível para você um poder pessoal  irrestrito. 

O santo é um pecador que jamais desistiuParamahansa Yogananda 

Quando você usa o seu poder durante um longo tempo você tem aquilo que chamamos de disciplina.  

Toda manhã ao levantar-se da cama você pode reivindicar o seu poder e se comprometer a tornar-se o senhor de sua própria vida. É possível ser afetuoso, ter um dia excelente e não deixar que nada no universo o tire das suas tarefas agendadas.

“Nada tem poder algum sobre mim além daquilo que permito por meio de meus pensamentos conscientes”  Anthony Robbins 

Comece a  ouvir a voz que há na sua cabeça, tanto quanto puder. Preste atenção principalmente a padrões repetitivos de pensamentos,  aquelas velhas trilhas sonoras que você escuta da sua cabeça há anos. Isso é observar o pensamento. Esteja lá presente como uma testemunha. Seja imparcial ao ouvir a voz, não julgue.

Ouvir o pensamento significa que você está consciente não só do pensamento mas também de você mesmo.

Este é o seu interior mais profundo. 

images (5)

Quando você faz isso o pensamento perde o poder que exerce sobre você e se afasta rapidamente porque a mente não está mais recebendo a energia gerada. Este é o começo do fim do pensamento involuntário e compulsivo.

Quando um pensamento se afasta perceba uma interrupção no fluxo mental, um espaço de mente vazia. Quando esses espaços acontecem sinta uma certa serenidade e paz interior.  Esse é o começo do estado natural de se sentir em unidade com o Ser.

Com a prática , a sensação de paz e serenidade vai se intensificar. Isso vai elevar a sua frequência vibracional. Todas as vezes que criamos uma espaço no fluxo do pensamento a luz da nossa consciência fica mais forte.

conscic3aancia-fonte_gabyherbstein-com

O Verdadeiro Poder interior está à sua disposição agora 

A mente procura sempre negar e escapar do agora. Quanto mais você  se  identificar com a sua mente mas sofrerá.  Quanto mais respeitar e aceitar o agora, mais se libertará da dor,  do sofrimento e da mente 

E como fazer isso? Tenha uma profunda consciência de que o momento presente é tudo o que você tem. Faça do agora o foco principal da sua vida. Perceba o quanto você  está no  agora ou no passado ou no futuro durante todo o seu dia. Anote suas observações.

Por que o agora é a coisa mais importante que existe? 

 Porque é a única coisa que existe. O único fator que permanece constante. Não há como transformar o que já aconteceu, isto está no passado, não temos como prever o que irá acontecer no futuro, o único momento que existe é o momento presente. O seu poder está no agora.

A PRESENÇA É A CHAVE para a liberdade. Portanto, você só pode ser livre agora. Onde quer que você esteja….. esteja por inteiro.

Referência bibliografia

Praticando o Poder do Agora – Eckhart Tolle

Psicologia da Alma – Joshua David Stone

Anúncios

Florais

Padrão

“A cura final e completa vem de dentro, da própria alma, que, através  de sua bondade, irradia harmonia por toda a personalidade, quando se permite que assim seja”.                                                                                           Dr Edward Bach

SmartSelectImage_2017-02-16-15-03-42.png

Florais de Bach

Os 38 Florais de Bach foram criados e desenvolvidos pelo médico inglês Dr. Edward Bach, que era homeopata, bacteriologista e imunologista. Os florais de Bach foram desenvolvidos entre os anos de 1928 e 1936.

Eles representam e servem para equilibrar uma determinada característica ou estado emocional específico.  O objetivo dos florais de Bach é serenar algumas emoções negativas no ser humano.

Os Florais são completamente naturais e podem ser utilizados por toda a família,  em plantas e animais.

smartselectimage_2017-02-16-15-28-08

Florais da California

Os Florais da Califórnia, são cultivados e preparados desde as encostas do Oceano Pacífico até as altas montanhas da Serra Nevada. Seus fundadores e pesquisadores são Richard Katz e Patricia Kaminski, que estão trabalhando no sistema desde 1970.

Estes florais tratam de uma gama de temas relacionados à vida contemporânea, nossa vida urbana, relacionamentos, nossa experiência como seres mais sensíveis, que têm a percepção e tendem a sentir as interferências das energias ambientais.

SmartSelectImage_2017-02-16-15-43-04.png

Florais de Saint Germain

Os Florais de Saint Germain foram criados por Neide Margonari, uma artista plástica e manipuladora de essências florais. Em 1990, ela criou 81 essências que são obtidas das flores brasileiras.

Os Florais de Saint Germain contêm energias de alta potência vibratória, de pura Luz, extraida de certas flores, que ajudam no desenvolvimento da consciência humana, harmonizam os campos mentais, emocionais e efetuam a conexão com o Eu Superior, a consciência maior.

São florais que induzem ao auto-conhecimento, e é somente pelo auto-conhecimento que a consciência humana se transforma e se eleva.

smartselectimage_2017-02-16-16-26-10

Reconhecer o sintoma é a chave para a escolha dos florais mais apropriados.

Emoções que podem ser trabalhadas: depressão, medo, culpa, pânico, melancolia, tristeza, apatia ou resignação, ciúmes, raiva, cansaço, solidão, indecisão, mágoa, ansiedade, pensamento excessivo no futuro ou no passado, tristeza por perda de entes queridos e muitas outros sentimentos.

Marque sua consulta! Encontre seu floral!

Medicina reconhece obsessão espiritual

Padrão

Uma nova postura da medicina frente aos desafios da espiritualidade.
Vejam que interessante a palestra sobre a glândula pineal do Doutor
Sérgio Felipe de Oliveira, médico que coordena a cadeira de Medicina e
Espiritualidade na USP:

A Obsessão Espiritual como doença da Alma, já é reconhecida pela Medicina

Em artigos anteriores, escrevi que a Obsessão espiritual, na qualidade
De doença DA alma, ainda não era catalogada nos compêndios da
Medicina, por esta se estruturar numa visão cartesiana, puramente
Organicista do ser e, com isso, não levava em consideração a
existência DA alma, do espírito.

No entanto, quero retificar, atualizar OS leitores de meus artigos
Essa informação, pois desde 1998, a Organização Mundial da Saúde (OMS)
Incluiu o bem-estar espiritual como uma das definições de saúde, ao
Lado do aspecto físico, mental e social.

Antes, a OMS definia saúde como o estado de completo bem-estar
biológico, psicológico e social do ser humano e desconsiderava o bem
Estar espiritual, isto é, o sofrimento da alma; tinha, portanto, uma
visão reducionista, organicista da natureza humana, não a vendo em sua
Totalidade: mente corpo e espírito.

Mas, após a data mencionada acima, ela passou a definir saúde como o
Estado de completo bem-estar do ser humano integral: biológico,
psicológico e espiritual. Desta forma, a Obsessão espiritual
Oficialmente passou a ser conhecida na Medicina como possessão e
Estado de transe, que é um item do CID -O Código Internacional de
Doenças- que permite o diagnóstico da interferência espiritual
Obsessora.

O CID 10, item F.44.3 – define estado de transe e possessão como a
Perda transitória da identidade com manutenção de consciência do
Meio-ambiente, fazendo a distinção entre OS normais, ou seja, OS que
Acontecem por incorporação ou atuação dos espíritos, dos que são
patológicos, provocados por doença. Os casos, por exemplo, em que a
Pessoa entra em transe durante OS cultos religiosos e sessões
mediúnicas não são considerados doença. Neste aspecto, a alucinação é
Um sintoma que pode surgir tanto nos transtornos mentais psiquiátricos
-nesse caso, seria uma doença, um transtorno dissociativo psicótico ou
O que popularmente se chama de loucura- bem como na interferência de
Um ser desencarnado, a Obsessão espiritual.

Portanto, a Psiquiatria já faz a distinção entre o estado de transe
Normal e o dos psicóticos que seriam anormais ou doentios. O manual de
estatística de desordens mentais da Associação Americana de
Psiquiatria – DSM IV – alerta que o médico deve tomar cuidado para não
Diagnosticar de forma equivocada como alucinação ou psicose, casos de
Pessoas de determinadas comunidades religiosas que dizem ver ou ouvir
espíritos de pessoas mortas, porque isso pode não significar uma
alucinação ou loucura..

Na Faculdade de Medicina da USP, o Dr. Sérgio Felipe de Oliveira,
médico, coordena a cadeira (hoje obrigatória) de Medicina e
Espiritualidade.
Na Psicologia, Carl Gustav Jung, discípulo de Freud, estudou o caso de
Uma médium que recebia espíritos por incorporação nas sessões
espíritas.

Na prática, embora o Código Internacional de Doenças (CID) seja
Conhecido no mundo todo, lamentavelmente o que se percebe ainda é
Muitos médicos rotularem todas as pessoas que dizem ouvir vozes ou ver
espíritos como psicóticas e tratam-nas com medicamentos pesados pelo
Resto de suas vidas. Em minha prática clínica, (também praticada por Ian Stevenson) a Grande maioria dos pacientes, são rotulados pelos psiquiatras de “psicóticos” por ouvirem vozes (clariaudiência) ou verem espíritos (clarividência), na verdade, são médiuns com desequilíbrio mediúnico e não com um desequilíbrio mental, psiquiátrico. (Muitos desses pacientes poderiam se curar a partir do momento que tivermos uma Medicina que leva em consideração o ser integral).
Portanto, a obsessão espiritual como uma enfermidade DA alma, merece
Ser estudada de forma séria e aprofundada para que possamos melhorar a
Qualidade de vida do enfermo.
Texto de Osvaldo Shimoda
——————————————–
Palestra Completa
Glândula Pineal – Dr. Sérgio Felipe de Oliveira
Veremos confirmado aqui o que André Luiz nos disse, através de Chico
Xavier, há setenta anos, sobre a glândula pineal (epífise).
Vídeos