Arquivo da categoria: Energia

O Poder Pessoal 

Padrão

auto1

A sua mente tem a capacidade de gerar saúde perfeita ou provocar uma doença grave. Na verdade ela irá criar tudo aquilo que foi programada para fazer. Muitas vezes inconscientemente você programa uma doença por meio de suas emoções como o ódio a si mesmo e aos outros, a vingança, a desistência da vida e assim por diante. Se faz necessário aprender a programar a mente a ter saúde perfeita, radiante em todos os aspectos e cada vez mais saudável. É preciso lembrar que a mente opera 24 horas por dia 365 dias por ano esteja você dormindo ou acordado e jamais se cansa. Está continuamente fazendo aquilo que foi programada para fazer.

Lembre  sempre que se você não assumir essa responsabilidade a sua mente ou outras pessoas vão controlar a sua vida.

felicidade

Se alguém o julga ou ataca e você assimila a crítica; ou você irá se magoar retraindo-se ou irá revidar. Agindo assim você deixa que a outra pessoa seja a causa de suas emoções, mas é você quem deve ser a causa das suas próprias emoções.

O poder pessoal é uma atitude, você pode decidir manter uma atitude de fraqueza ou de força ao começar cada novo dia. Seu poder é a energia que você usa para executar as decisões que toma, se você não é uma pessoa decidida a sua mente ou outras pessoas tomam uma decisão por você.

Como  você pode ser o senhor de sua própria vida se não toma posse do seu poder?

images (4)

 Você é um co-criador e também tem poder! Você não pode se ajudar se não for dono do seu poder.

Está e sempre esteve disponível para você um poder pessoal  irrestrito. 

O santo é um pecador que jamais desistiuParamahansa Yogananda 

Quando você usa o seu poder durante um longo tempo você tem aquilo que chamamos de disciplina.  

Toda manhã ao levantar-se da cama você pode reivindicar o seu poder e se comprometer a tornar-se o senhor de sua própria vida. É possível ser afetuoso, ter um dia excelente e não deixar que nada no universo o tire das suas tarefas agendadas.

“Nada tem poder algum sobre mim além daquilo que permito por meio de meus pensamentos conscientes”  Anthony Robbins 

Comece a  ouvir a voz que há na sua cabeça, tanto quanto puder. Preste atenção principalmente a padrões repetitivos de pensamentos,  aquelas velhas trilhas sonoras que você escuta da sua cabeça há anos. Isso é observar o pensamento. Esteja lá presente como uma testemunha. Seja imparcial ao ouvir a voz, não julgue.

Ouvir o pensamento significa que você está consciente não só do pensamento mas também de você mesmo.

Este é o seu interior mais profundo. 

images (5)

Quando você faz isso o pensamento perde o poder que exerce sobre você e se afasta rapidamente porque a mente não está mais recebendo a energia gerada. Este é o começo do fim do pensamento involuntário e compulsivo.

Quando um pensamento se afasta perceba uma interrupção no fluxo mental, um espaço de mente vazia. Quando esses espaços acontecem sinta uma certa serenidade e paz interior.  Esse é o começo do estado natural de se sentir em unidade com o Ser.

Com a prática , a sensação de paz e serenidade vai se intensificar. Isso vai elevar a sua frequência vibracional. Todas as vezes que criamos uma espaço no fluxo do pensamento a luz da nossa consciência fica mais forte.

conscic3aancia-fonte_gabyherbstein-com

O Verdadeiro Poder interior está à sua disposição agora 

A mente procura sempre negar e escapar do agora. Quanto mais você  se  identificar com a sua mente mas sofrerá.  Quanto mais respeitar e aceitar o agora, mais se libertará da dor,  do sofrimento e da mente 

E como fazer isso? Tenha uma profunda consciência de que o momento presente é tudo o que você tem. Faça do agora o foco principal da sua vida. Perceba o quanto você  está no  agora ou no passado ou no futuro durante todo o seu dia. Anote suas observações.

Por que o agora é a coisa mais importante que existe? 

 Porque é a única coisa que existe. O único fator que permanece constante. Não há como transformar o que já aconteceu, isto está no passado, não temos como prever o que irá acontecer no futuro, o único momento que existe é o momento presente. O seu poder está no agora.

A PRESENÇA É A CHAVE para a liberdade. Portanto, você só pode ser livre agora. Onde quer que você esteja….. esteja por inteiro.

Referência bibliografia

Praticando o Poder do Agora – Eckhart Tolle

Psicologia da Alma – Joshua David Stone

Anúncios

Florais

Padrão

“A cura final e completa vem de dentro, da própria alma, que, através  de sua bondade, irradia harmonia por toda a personalidade, quando se permite que assim seja”.                                                                                           Dr Edward Bach

SmartSelectImage_2017-02-16-15-03-42.png

Florais de Bach

Os 38 Florais de Bach foram criados e desenvolvidos pelo médico inglês Dr. Edward Bach, que era homeopata, bacteriologista e imunologista. Os florais de Bach foram desenvolvidos entre os anos de 1928 e 1936.

Eles representam e servem para equilibrar uma determinada característica ou estado emocional específico.  O objetivo dos florais de Bach é serenar algumas emoções negativas no ser humano.

Os Florais são completamente naturais e podem ser utilizados por toda a família,  em plantas e animais.

smartselectimage_2017-02-16-15-28-08

Florais da California

Os Florais da Califórnia, são cultivados e preparados desde as encostas do Oceano Pacífico até as altas montanhas da Serra Nevada. Seus fundadores e pesquisadores são Richard Katz e Patricia Kaminski, que estão trabalhando no sistema desde 1970.

Estes florais tratam de uma gama de temas relacionados à vida contemporânea, nossa vida urbana, relacionamentos, nossa experiência como seres mais sensíveis, que têm a percepção e tendem a sentir as interferências das energias ambientais.

SmartSelectImage_2017-02-16-15-43-04.png

Florais de Saint Germain

Os Florais de Saint Germain foram criados por Neide Margonari, uma artista plástica e manipuladora de essências florais. Em 1990, ela criou 81 essências que são obtidas das flores brasileiras.

Os Florais de Saint Germain contêm energias de alta potência vibratória, de pura Luz, extraida de certas flores, que ajudam no desenvolvimento da consciência humana, harmonizam os campos mentais, emocionais e efetuam a conexão com o Eu Superior, a consciência maior.

São florais que induzem ao auto-conhecimento, e é somente pelo auto-conhecimento que a consciência humana se transforma e se eleva.

smartselectimage_2017-02-16-16-26-10

Reconhecer o sintoma é a chave para a escolha dos florais mais apropriados.

Emoções que podem ser trabalhadas: depressão, medo, culpa, pânico, melancolia, tristeza, apatia ou resignação, ciúmes, raiva, cansaço, solidão, indecisão, mágoa, ansiedade, pensamento excessivo no futuro ou no passado, tristeza por perda de entes queridos e muitas outros sentimentos.

Marque sua consulta! Encontre seu floral!

Os chakras

Padrão

 

                     images

 

A  palavra  chakra  é  de  origem  sânscrita, e  se  traduz  pelo  termo  roda. Efetivamente, o formato de um chakra é circular, lembrando uma roda e se localiza no corpo etérico do ser humano.

Chakras são vórtices de energia situados no corpo energético e que têm como função principal a absorção de energia – prana, chi – do meio ambiente para o interior do campo energético e do corpo físico. Além disso, servem de ponte energética entre o corpo espiritual e o corpo físico. Os principais chakras são sete – que estão conectados com as sete glândulas que compõem o sistema endócrino.

chakras-e-glandulas-endocrinas-copy

Quando temos pensamentos, sentimentos e desejos positivos ou negativos fazemos com que estes vórtices de energia girem no sentido horário (positivo), no sentido anti-horário (negativo) ou fiquem parados (estagnados).
Podemos atingir o máximo de giros positivos quando temos pensamentos, sentimentos e desejos positivos e podemos ter os giros negativos ou estagnado quando apresentamos pensamentos, sentimentos e desejos negativos.
Quando o negativo ou estagnado ocorre dificulta o funcionamento dos centros de força e diminui nossas percepções.

               48ec21a3931fec7b195959699ea53bb3

 

Chakra Coronário – é o centro de força situado no topo da cabeça. É o centro de ligação entre o plano físico e nosso Eu interior. É o chakra responsável pela expansão da consciência e pela captação das ideias elevadas. Em desequilíbrio gera falta de inspiração, confusão e alienação.  Em equilíbrio há fortalecimento, com pensamentos claros sobre si e o mundo.Está ligado à glândula pineal.

Chakra Frontal – é o centro de força situado  no ponto entre as sobrancelhas. Está ligado à glândula hipófise – pituitária – e tem relação direta com a intuição. É o chakra da aprendizagem e do conhecimento. Quando está em desiquilíbrio há bloqueios mentais, pensamentos obsessivos e falta de aprofundamento. Em equilíbrio vem a intuição, a conexão, trazendo foco e atenção

Chakra Laríngeo – é o centro de força situado em frente da garganta. É o responsável pela energização da boca, garganta e órgãos respiratórios. Está ligado à glândula tireoide. É considerado também como um filtro energético que bloqueia as energias emocionais, para que elas não cheguem até os chakras da cabeça. É o Chakra responsável pela expressão criativa – comunicação – do ser humano no mundo.Trabalha elemento éter.

Chakra Cardíaco – é o centro de força responsável pela energização do sistema respiratório, imunológico e circulatório. Em desequilíbrio gera instabilidade emocional, frieza e apatia. Equilibrado gera sentimento de compaixão, altruísmo e amor incondicional. Está ligado à glândula timo.Trabalha elemento ar.

Chakra Plexo Solar– é o centro de força abdominal, responsável pela energização do sistema digestivo. Está ligado à glândula pâncreas. É considerado o chakra das emoções inferiores ( egoísmo, irritação, ódio, dificuldade de assimilação, apatia). Bem desenvolvido, facilita a percepção das energias ambientais.Trabalha elemento fogo.

Chakra Umbilical – é o centro de força responsável pela energização dos órgãos sexuais. Está ligado às gônadas – sistema reprodutor. Em desequilíbrio gera compulsão, problemas de auto estima e bloqueio emocional. Bem desenvolvido, estimula o melhor funcionamento dos outros chakras. É o chakra da troca sexual e da alegria.Trabalha elemento água.

Chakra Básico – é o centro de força situado na área da base da coluna. É o responsável pela absorção da energia telúrica. É a nossa sustentação, nossa postura perante o mundo. Está ligado às glândulas suprarrenais . Trabalha elemento terra.

 

5eb946_a8ced44b41b34a5f889d5680ee593d89

Os óleos essenciais e os Chakras correspondentes

Os óleos essenciais potencializam o efeito da imposição de mãos (reiki) ou massagem em sentindo horário nos pontos em que estão os chakras. Para cada chakra há um óleo essencial apropriado.

1. Chakra raiz: Cedro
2. Chakra Umbilical: Laranja, sálvia esclaréia e ylang ylang.
3. Chakra Plexo solar: Cedro, laranja e manjericão.
4. Chakra do coração: Hortelã pimenta, gerânio, laranja e ylang ylang.
5. Chakra da garganta: laranja, cipreste e lavanda.
6. Chakra Frontal: Alecrim, hortelã-pimenta, manjericão e sálvia esclaréia.
7. Chakra da caroa: Lavanda.

 

cristais-chakras-pedras-cura-terapia-centros-energeticos-z

Os cristais também podem harmonizar os sistemas de chakras, contribuindo para a saúde e bem estar do corpo e do espírito. Cada cristal é associado a um centro energético, tanto pela sua cor como pelas suas qualidades.

O livro ‘Jung e o Ioga’, de Judith Harris, Ed. Claridade aborda a visão de Jung, como sonhos e arquétipos, baseados em seus estudos dos Chakras e da Kundalini, os centros energéticos no corpo e a energia primordial, respectivamente.
Assim como Jung quebrou paradigmas é foi além da ciência racional para compreender o ser humano, quem busca a felicidade deve abrir-se para um entendimento mais amplo dos símbolos da nossa sociedade e sua influência sobre nossos pensamentos, sentimentos e emoções.

download

À medida que tomamos contato com o chakra inferior, confrontamo-nos com o medo primitivo de abandono, da perda, enfrentando a possibilidade de estarmos verdadeiramente sós. Porém, isso é apenas uma ilusão, já que estamos todos essencialmente sozinhos; nascemos sozinhos e morremos sozinhos. Somente através da ligação com o mundo arquetípico é que conseguimos sentir um ambiente amoroso à nossa volta. “Estar no mundo é ter um ego e saber que o ego só nos foi dado como instrumento para revelação da energia divina, não como um fim em si mesmo.” Jung e o Ioga” Judith Harris

nova-imagem

Fonte:

http://www.ippb.org.br
http://www.heartjoia.com/
http://ventosdepaz.blogspot.com.br/
http://andreaalves.blog.br/

http://monas.com.br
https://coresdeciclamen.wordpress.com

http://pablo.deassis.net.br/

Cristais radiônicos

Padrão

Cristais radiônicos são pequenas esferas programadas radionicamente para emitir uma frequência eletromagnética de oito mil angstroms. Esta programação é feita por radiestesia eletrônica e a frequência impressa nos cristais radionicos é considerada a frequência de equilíbrio do ser humano que varia entre 6.500 a 8.000 angstroms.

Os cristais radiônicos funcionam como instrumentos de estímulos e seguem os mesmos princípios das agulhas de acupuntura e das sementes de mostarda, muito usadas na acupuntura auricular.

Tudo vibra não importa se é orgânico ou inorgânico. Tudo que existe e tem forma, vibra em uma frequência própria, produzindo os mais variados tipos de radiação.

Estamos frequentemente respondendo às radiações que nos atingem, por isso, quando estamos em  equilíbrio, nossas células e moléculas ressoam de forma harmônica. As radiações nocivas internas ou externas podem gerar uma serie de desequilíbrios.

Quando os cristais radiônicos são aplicados em pontos de acupuntura e/ou em pontos de micro sistemas reflexos, além do estímulo físico reflexológico, eles induzem o organismo a entrar em uma frequência igual ou superior a de oito mil angstroms, frequência de harmonia e equilíbrio, segundo os radiestesistas.

No aspecto emocional os cristais radiônicos atuam nos quadros psicossomáticos, nos traumas emocionais, fobias, etc

Os Cristais Radiônicos atuam reequilibrando o funcionamento de todos os sistemas do organismo.

Não existe um protocolo rígido de tratamento. Cada caso deve ser analisado, individualmente, e tratado segundo os conhecimentos da MTC – Medicina Tradicional Chinesa, e das práticas integrativa complementares que o terapeuta dominar, todavia é fundamental que inicialmente, seja procedida uma rápida anamnese. Perguntas que identificam a história do cliente, os aspectos relacionados com as queixas principais e desarmonia. Daí usando-se todos esses conhecimentos são aplicadas as pequenas esferas de cristais radiônicos, nos pontos específicos, identificados pela avaliação.

É muito importante que durante o tratamento o paciente esteja envolvido no processo e entre em sintonia com os sentimentos e suas desarmonias físicas, refletindo sobre isso. A utilização do “Relaxamento Theta” da “Terapia do Bem” – reflexão induzida e a técnicas do questionamento profundo – são instrumentos utilizados pelo método para colocar o paciente em contato com suas dificuldades e necessidades de mudanças de comportamento.

Qual é o seu pensamento, e em seu coração, como ele é?

Padrão

Transcrito do livro Common Sense Health and Healing, pelo Dr. Richard Schulze.


Imagine como o sistema imunológico tem que se defender ante o ataque constante a que se vê acometido.
Se lhe parece que as bactérias assassinas, as enfermidades gerais e as gripes malignas são perniciosas, você se surpreenderá quando souber que as pesquisas médicas e científicas concluíram que o inimigo mais temido pelo organismo não são os micróbios… mas, os pensamentos e as palavras de cada dia.

Quer mais?

Há um nutriente de efeitos terapêuticos mais eficaz que as vitaminas, os minerais, as enzimas, os remédios naturais e as ervas medicinais:

O AMOR.


O cérebro trabalha constantemente, todos os dias do ano e a toda hora, não fecha nos feriados nem tira férias.
A princípio, é o computador que dirige o organismo, e regula praticamente cada una das funções do metabolismo e seu equilíbrio químico.
Desde o sistema nervoso até a atividade sexual passando por mil atividades que você não tem nem idéia, o cérebro é quem manda, e está constantemente criando, automatizando, regulando, equilibrando e mantendo todo o organismo a cada momento do dia.
A ciência já descobriu que quando se tem um pensamento o cérebro produz substancias que abrem o que se poderia chamar de janela para a atuação dos sentimentos.
Quando o pensamento é concluído, a janela se fecha.

Por exemplo, quando vê a pessoa amada, essa sensação incrível que percorre o corpo não é outra coisa que uma substância química.

Quando se excita sexualmente o seu corpo é levado a liberar outra substância química, e quando um alguém tenta lhe assaltar, e vem a vontade de reagir de ter consigo uma arma para desintegrar esse safado, esta ira que sente, esse ácido corrosivo que aparece no sistema circulatório, no estômago, essa sensação, é outra substância enviada pelo cérebro.
Essas substâncias segregadas pelo cérebro se chamam neuropeptídeos.
A biologia levou anos pesquisando este campo e ainda continua.
O que sabemos até agora é que quando se tem um pensamento, o cérebro produz substâncias que afetam a pessoa, e o que ela sente é produzido pela assimilação desses neuropeptídeos.

E é aqui que a coisa se torna inquietante:

A ciência médica fez uma descoberta transcendental na última década que passou praticamente inadvertido.
Já era sabido que as células do sistema imunológico, como todas as demais, têm compartimentos de descarga em sua membrana para assimilar diversas substâncias.
O que se descobriu foi que na membrana de cada um dos linfócitos que defendem o corpo de bactérias, vírus, fungos, parasitas, câncer e de todas as enfermidades, existe um ponto concreto de carga que recebe os NEUROPEPTÍDEOS.

O que importa ao sistema imunológico é aquilo que pensamos, por isso a importância dos pensamentos!


Somos responsáveis pelos nossos sentimentos mais interiores.
As palavras nos afetam mais do que armas.
Uma ofensa pode nos matar, porque tudo isso deprime nosso sistema imunológico

Isso não é tudo.

Já temos visto que o sistema imunológico fica algum tempo escutando nossos monólogos internos, raivas, mágoas, as ofensas que escutamos, o amor que nos negamos, enquanto nenhuma célula ou órgão do organismo monitore e responda com uma ação concreta a estas pragas danosas as quais vão se acumulando no órgão que estiver mais fraco.


O sistema imunológico não só escuta, mas reage de acordo com o pensamento a este diálogo emocional.
As células que defendem nosso organismo têm pontos receptores de neuropeptídeos, as substâncias que produzimos no cérebro com cada pensamento.
E a resposta do nosso organismo aos germes patógenos ou ofensas, varia dependendo de que se fortaleça ou debilite o amor por nos mesmos que dará força ao nosso sistema imunológico para nos defender e nos manter saudáveis

A resposta do sistema imunológico está condicionada ao pensamento!

Tudo o que fazemos ou deixamos que nos façam, tem conseqüências físicas.

Portanto, ame a si mesmo e viva positivamente.

Vampiros de energia: 10 dicas para se livrar deles

Padrão

VampirosFinal

Existe um tipo de vampiro que é de carne e osso, e que convivemos diariamente. Estamos falando dos “Vampiros de Energia”, pessoas de nosso relacionamento diário. Pode ser nosso irmão (a), marido/esposa, empregado, familiar, amigo de trabalho. vizinhos, gerente do banco, ou seja, qualquer pessoa de nosso convívio, que esta roubando nossas energias, para se abastecer. Eles roubam energia vital, comum no universo, mas que eles não conseguem receber.

Mas, por que estas pessoas sugam nossa energia, afinal? Bem, em primeiro lugar a maioria dos Vampiros de Energia atua inconscientemente, sugando a energia de suas vítimas, sem saber o que estão fazendo.

O vampirismo ocorre porque as pessoas não conseguem absorver as energias das fontes naturais (cósmicas, telúricas, etc.), tão abundantes, e ficam desequilibradas energeticamente. Quando as pessoas bloqueiam o recebimento destas energias naturais (ou vitais), elas precisam encontrar outras fontes de energia mais próxima, que nada mais são do que as outras pessoas, ou seja, você.

Na verdade, quase todos nós, num momento ou outro de nossas vidas, quando nos encontramos em um estado de desequilíbrio, acabamos nos tornando vampiros de energia alheia.

Tipos de vampiros:

Mas, como identificar estas pessoas, ou estes vampiros? Em estudos feitos, foram identificados os seguintes tipos de vampiros (você provavelmente conhece mais de um):
Quais as principais características deles? Como combatê-los?

a) Vampiro Cobrador: Cobra sempre, de tudo e todos. Quando nos encontramos com ele, já vem cobrando o porquê não lhe telefonamos ou visitamos. Se você vestir a carapuça e se sentir culpado, estará abrindo as portas. O melhor a fazer é usar de sua própria arma, ou seja, cobrar de volta e perguntar por que ele não liga ou aparece. Deixe-o confuso, não o deixe retrucar e se retire rapidamente.

b) Vampiro Crítico: é aquele que critica a tudo e a todos, e o pior que é só critica negativa e destrutiva. Vê a vida somente pelo lado sombrio. A maledicência tende a criar na vítima um estado de alma escuro e pesado e abrirá seu sistema para que a energia seja sugada. Diga “não” às suas críticas. Nunca concorde com ele. A vida não é tão negra assim. Não entre nesta vibração. O melhor é cair fora e cortar até todo o tipo de contato.

c) Vampiro Adulador: é o famoso “bajulador”. Adula o ego da vítima, cobrindo-a de lisonjas e elogios falsos, tentando seduzir pela adulação. Muito cuidado para não dar ouvidos ao adulador, pois ele simplesmente espera que o orgulho da vítima abra as portas da aura para sugar a energia.

d) Vampiro Reclamador: é aquele tipo que reclama de tudo, de todos, da vida do governo, do tempo, etc. Opõe-se a tudo, exige, reivindica, protesta sem parar. E o mais engraçado é que nem sempre dispõe de argumentos sólidos e válidos para justificar seus protestos. Melhor tática é deixá-lo falando sozinho.

e) Vampiro Inquiridor: sua língua é uma metralhadora. Dispara perguntas sobre tudo, e não dá tempo para que a vítima responda, pois já dispara mais uma rajada de perguntas. Na verdade, ele não quer respostas e, sim, apenas desestabilizar o equilíbrio mental da vítima, perturbando seu fluxo normal de pensamentos. Para sair de suas garras, não ocupe sua mente à procura de respostas. Para cortar seu ataque, reaja fazendo-lhe uma pergunta bem pessoal e contundente, e procure se afastar assim que possível.

f) Vampiro Lamentoso: são os lamentadores profissionais, que anos a fio choram suas desgraças. Para sugar a energia da vítima, ataca pelo lado emocional e afetivo. Chora, lamenta-se e faz de tudo para despertar pena. È sempre o coitado, a vítima. Só há um jeito de tratar com este tipo de vampiro, é cortando suas asas. Corte suas lamentações dizendo que não gosta de queixas, ainda mais que não elas não resolvem situação alguma.

g) Vampiro Pegajoso: investe contra as portas da sensualidade e sexualidade da vítima. Aproxima-se como se quisesse lambê-la com os olhos, com as mãos, com a língua. Parece um polvo querendo envolver a pessoa com seus tentáculos. Se você não escapar rápido, ele irá sugar sua energia em qualquer uma das possibilidades. Seja conseguindo seduzi-lo com seu jogo pegajoso, seja provocando náuseas e repulsa. Em ambos os casos você estará desestabilizado, e, portanto, vulnerável. Saia o mais rápido possível. Invente uma desculpa e fuja rapidamente.

h) Vampiro Grilo-Falante: a porta de entrada que ele quer arrombar é o seu ouvido. Fala, absoluto, durante horas, enquanto mantém a atenção da vítima ocupada, suga sua energia vital. Para livrar-se, invente uma desculpa, levante-se e vá embora.

i) Vampiro Hipocondríaco: cada dia aparece com uma doença nova. Adora colecionar bula de remédios. Desse jeito chama a atenção dos outros, despertando preocupação e cuidados. Enquanto descrevem os pormenores de seus males e conta seus infindáveis sofrimentos, rouba a energia do ouvinte, que depois se sente péssimo.

j) Vampiro Encrenqueiro: para ele, o mundo é um campo de batalha onde as coisas só são resolvidas na base do tapa. Quer que a vítima compre a sua briga, provocando nela um estado raivoso, irado e agressivo. Esse é um dos métodos mais eficientes para desestabilizar a vítima e roubar-lhe a energia. Não dê campo para agressividade, procure manter a calma e corte laços com este vampiro.

Não esqueça de verificar se você, sem querer, é obvio, não é um destes tipos de Vampiro.

Por Vera Caballero – orientadora metafísica e professora de bioenergias e proteção psíquica.